Os melhores softwares para Dropshipping em 2021

Software de Dropshipping são utilizados para automatizar processos de vendas dentro de comércio eletrônico com foco em gestão através de remessas de estoques terceirizados.

Patrocinado

Todas as soluções para Dropshipping

Fabricado por: Oberlo
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Oberlo permite que você encontre produtos, adicione-os à sua loja Shopify e envie-os diretamente para seus clientes. Sem inventário, sem risco.

Fabricado por: Fishbowl
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

FishBowl é uma plataforma que auxilia no gerenciamento de pedidos através de dropshipping.

Fabricado por: JOLT Fulfillment Software
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Jolt Fulfillment System é um sistema de distribuição para comércio eletrônico multicanal que vende em 3 ou mais plataformas.

O Jolt personaliza o gestão de comércio eletrônico em mais de 30 canais.

Fabricado por: Loja integrada
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

A Loja Integrada é uma plataforma de criação de loja online.

A ferramenta oferece insights que ajudam o lojista a tomar a melhor decisão, sendo possível acompanhar o faturamento, vendas por regi...

Fabricado por: Printful
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Printful é uma plataforma que trabalha sob demanda e auxilia em todos os processos para inicio de vendas através de dropshipping.

Fabricado por: Shopfy
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

O Shopify é a principal plataforma de comércio multicanal baseada em nuvem, projetada para pequenas e médias empresas. Os comerciantes podem usar o software para projetar, configurar e gerenciar su...

Fabricado por: Spark Shipping
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Spark Shipping é uma ferramenta de atendimento de pedidos que agiliza as operações de dropshipping, como rastreamento de pedidos, sincronização de estoques e gerenciamento de produtos.

Fabricado por: Spocket
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Spocket é uma plataforma de dropshipping que capacita mais de 50.000 empreendedores, dando-lhes acesso a uma ampla gama de produtos.

Fabricado por: Wholesale2b
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Wholesale2B é uma solução de automação Dropshipping que ajuda as empresas de varejo a gerenciar o atendimento de pedidos, devoluções, fornecimento de produtos ou listagens para eBay, Amazon, BigCom...

Fabricado por: Automattic Inc.
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

O WooCommerce é o plugin de comércio eletrônico mais popular do WordPress. E está disponível gratuitamente. Cheio de recursos, perfeitamente integrado ao seu site WordPress hospedado. Adicione pode...

Mais sobre Dropshipping

Atualmente, o e-commerce têm ganhado força no mercado e o dropshipping é uma das formas de sustentar essas lojas virtuais com pouco ou nenhum investimento.

Em 2020, o comércio exclusivamente eletrônico teve um aumento de 40,7% em relação à 2019, chegando à marca de 1,3 milhões de lojas virtuais, conforme dados de uma pesquisa realizada pela PayPal e divulgada na Agência Brasil.

Em compensação, as compras online também tiveram aumento de 40% só no início de março de 2020, segundo dados demonstrados pela Oberlo.

Isso significa que as lojas virtuais estão tão dispostas a vender quanto os consumidores estão dispostos a comprar, e para o consumidor isto é ótimo, já que cada vez mais o mercado exige que os preços sejam competitivos e que as lojas ofereçam cada vez mais vantagens para conquistar seus compradores.

Acompanhe neste texto então, o que é dropshipping, suas vantagens e desvantagens, e como você pode ingressar neste ramo de atividade.

O que é Dropshipping?

Dropshipping se trata de um modelo de vendas no segmento de varejo em que não é preciso ter um estoque de mercadorias.

Neste modelo, o vendedor é o intermediário entre fornecedor e cliente, e deve oferecer um catálogo virtual dos produtos com que vai trabalhar, bem como criar as estratégias de marketing para sua divulgação e captação de leads, além de ser responsável por fazer com que estes leads concretizem suas compras.

Após a conclusão da venda, o vendedor envia os dados do pedido do cliente por meio de uma ordem de compra ao fornecedor para que ele prossiga com os próximos passos.

O fornecedor por sua vez, ficará responsável por coletar e separar este pedido, emitir nota fiscal, bem como cuidar dos processos logísticos, e enviá-lo ao cliente dentro do prazo acordado.

O dropshipping pode ser nacional, na qual você busca fornecedores no Brasil e vende os produtos em território nacional, ou internacional, na qual você pode trabalhar também com fornecedores de fora do país e vender para consumidores de outras nações.

Os valores dos produtos para venda são estipulados pelo próprio vendedor, já os detalhes contratuais com os fornecedores como a comissão que será disponibilizada ao vendedor e as formas de resgate destes valores e o valor de compra dos produtos, devem ser discutidos com atenção por ambas as partes.

Por que apostar em Dropshipping?

Sabemos que as vendas online estão aumentando a cada dia, principalmente no último ano, que estamos lidando com a pandemia de COVID-19.

Durante este período, comércios e consumidores tiveram de se adaptar e mudar os hábitos de compra e venda para manter o distanciamento social, isso fez com que a internet se tornasse ainda mais fonte de busca por produtos e serviços, e para comerciantes, a fonte de atração de clientes.

O infográfico abaixo, demonstra algumas estatísticas sobre as compras online no Brasil durante o ano de 2020, que foram disponibilizadas pela plataforma Statista.


Com estes números, podemos ver que as vendas online estão a todo vapor, e a tendência é que continuem crescendo.

Muitas pessoas que antes desconfiavam das lojas virtuais, hoje, sabem que fazer suas compras pela internet pode ser muito mais cômodo e econômico, por conseguirem pesquisar preços rapidamente e receber seus produtos sem sair de casa.

Por isso, para quem está disposto a entrar no mercado das vendas online, o dropshipping pode ser uma boa aposta, já que tem um baixo custo ou nenhum custo de investimento inicial e se feito corretamente, pode gerar renda e possibilidades de expansão de vendas até mesmo internacionalmente.

Vantagens e desvantagens do Dropshipping

A primeira vantagem que temos que citar ao falar sobre o Dropshipping é que você não precisa investir nenhum valor para começar, isso porque você não terá que adquirir os produtos para revender.

Além disso, você não terá gastos com estabelecimento físico, já que todos os trâmites podem ser feitos pela internet.

Você também terá horários e modelo de trabalho flexíveis, porém, toda essa liberdade precisa ser administrada corretamente para não impactar em seus resultados.

Você não precisa se preocupar com a entrega dos produtos, eliminando custos com frete e o tempo de separação e organização das entregas.

Já como desvantagens, primeiramente podemos citar que se você não tiver um processo bem estruturado e achar que é só colocar produtos aleatoriamente para vender na internet, isso pode dar muito errado.

Assim como qualquer empreendimento, você precisa organizar todos os detalhes de seu modelo de trabalho porque é sua loja que trata o consumidor final, portanto, qualquer tipo de insatisfação por parte do cliente tem que ser acompanhada e resolvida por você para não impactar em sua reputação.

Outra desvantagem é que você não consegue saber sobre a qualidade do produto vendido até que alguém o compre e também não consegue controlar o prazo de entrega, por isso é muito importante que a escolha de seus fornecedores seja totalmente baseada nas avaliações de compradores e de outros vendedores que também trabalhem com estes produtos.

Mais uma desvantagem é a concorrência muito grande e os preços altamente competitivos praticados em grandes redes que trabalham com dropshipping, como Americanas, Submarino, AliExpress, entre outras, que faz com que quem esteja começando precise superar o marketing dessas empresas.

A pouca diversidade de produtos para venda em dropshipping também pode ser um grande problema. Normalmente, os fornecedores que você irá encontrar não possuem uma variedade muito ampla de produtos. O resultado? Muitas pessoas vendendo os mesmos produtos que nem sempre têm altas demandas.

Como começar a trabalhar com Dropshipping

Para começar a trabalhar com dropshipping de forma independente, digo, sem entrar em plataformas marketplaces, na qual a concorrência é muito maior, você pode seguir as seguintes dicas:

  • Monte sua loja virtual a partir de plataformas de comércio eletrônico que oferecem essa criação de forma prática e intuitiva;
  • Disponibilize diversos meios de pagamento aos clientes de sua loja para não perder oportunidades de negócio por falta de opções;
  • Procure fornecedores para dropshipping e estude os produtos disponibilizados por eles. Se atente à oferta e demanda, concorrência e outros fatores relevantes que te ajudem a escolher com propriedade quais produtos são mais adequados para se trabalhar;
  • Fique por dentro as legislações e tributações que envolvem vendas para ficar sempre em dia com as obrigações legais e fiscais, principalmente quanto à LGPD(Lei Geral de Proteção de Dados), já que você será responsável por coletar todos os dados pessoais de clientes;
  • Abuse do marketing digital de todas as formas possíveis, seja com marketing de conteúdo, e-mail marketing, anúncios pagos, marque presença nas redes sociais, aposte no marketing de defensores e conte com a tecnologia para automatizar essas campanhas, ser bem ranqueado a partir das métricas de SEO, e para metrificar o engajamento e alcance delas;
  • Quando estiver tudo pronto, continue buscando ferramentas tecnológicas para gerenciar todos os seus leads e clientes, bem como suas vendas, recebimentos e pagamentos e para organizar seu dia a dia de trabalho.

Muitas dessas ferramentas são gratuitas, ideais para quem está começando, e são essenciais para quem já quer iniciar com processos de gestão muito bem estruturados.

Nos próximos tópicos, citamos algumas delas.

Melhores plataformas para se fazer Dropshipping

Aqui, te daremos mais algumas dicas sobre ferramentas que te ajudarão na implantação de seu dropshipping e que estão presentes aqui no portal B2B Stack, maior plataforma de busca e avaliação de softwares da América Latina.

Montando sua loja virtual e escolhendo as ferramentas certas para potencializar vendas e processos de gestão, seus resultados podem ser muito promissores.

Por isso, a B2B Stack também possui comparador de softwares, além de avaliações de usuários reais dessas ferramentas para auxiliar em suas escolhas.

Ferramentas para construção de lojas virtuais

Ferramentas para criar e hospedar sites e registrar domínios

Ferramentas de busca e gestão de fornecedores de produtos para dropshipping

Ferramentas de gestão e atendimento de leads e clientes

Ferramentas de cobrança

Ferramenta de gestão financeira

Ferramentas para organização diária

Conclusão

Em tempos de crise econômica e sanitária, as vendas online se mostraram importantes meios de conseguir renda extra ou até mesmo renda básica.

Por outro lado, quem buscava mais flexibilidade no trabalho e maior autonomia, encontrou no e-commerce a possibilidade de trabalhar por conta própria para construir sua jornada de empreendedorismo.

O dropshipping é um modelo de vendas que pode servir para ambos os casos e até mesmo quem não tem valor nenhum para iniciar seu empreendimento consegue ingressar nesta carreira, já que não exige estoque de produtos e o envio das mercadorias é feito pelo próprio fornecedor, e não pelo vendedor.

Mas, vale ressaltar que mesmo sendo um método de vendas que oferece toda a flexibilidade, é preciso se atentar a uma série de processos para se dar bem com o dropshipping e conseguir alavancar suas vendas, incluindo desde processos de gestão até a captação de clientes e fechamento de negócios.

Software de Dropshipping são utilizados para automatizar processos de vendas dentro de comércio eletrônico com foco em gestão através de remessas de estoques terceirizados.

Patrocinado

Todas as soluções para Dropshipping

Fabricado por: Oberlo
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Oberlo permite que você encontre produtos, adicione-os à sua loja Shopify e envie-os diretamente para seus clientes. Sem inventário, sem risco.

Fabricado por: Fishbowl
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

FishBowl é uma plataforma que auxilia no gerenciamento de pedidos através de dropshipping.

Fabricado por: JOLT Fulfillment Software
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Jolt Fulfillment System é um sistema de distribuição para comércio eletrônico multicanal que vende em 3 ou mais plataformas.

O Jolt personaliza o gestão de comércio eletrônico em mais de 30 canais.

Fabricado por: Loja integrada
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

A Loja Integrada é uma plataforma de criação de loja online.

A ferramenta oferece insights que ajudam o lojista a tomar a melhor decisão, sendo possível acompanhar o faturamento, vendas por regi...

Fabricado por: Printful
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Printful é uma plataforma que trabalha sob demanda e auxilia em todos os processos para inicio de vendas através de dropshipping.

Fabricado por: Shopfy
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

O Shopify é a principal plataforma de comércio multicanal baseada em nuvem, projetada para pequenas e médias empresas. Os comerciantes podem usar o software para projetar, configurar e gerenciar su...

Fabricado por: Spark Shipping
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Spark Shipping é uma ferramenta de atendimento de pedidos que agiliza as operações de dropshipping, como rastreamento de pedidos, sincronização de estoques e gerenciamento de produtos.

Fabricado por: Spocket
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Spocket é uma plataforma de dropshipping que capacita mais de 50.000 empreendedores, dando-lhes acesso a uma ampla gama de produtos.

Fabricado por: Wholesale2b
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

Wholesale2B é uma solução de automação Dropshipping que ajuda as empresas de varejo a gerenciar o atendimento de pedidos, devoluções, fornecimento de produtos ou listagens para eBay, Amazon, BigCom...

Fabricado por: Automattic Inc.
Preço básico: -
salvar

Recomendação: -

Custo/benefício: -

Funcionalidades: -

Facilidade de uso: -

Suporte ao cliente: -

O WooCommerce é o plugin de comércio eletrônico mais popular do WordPress. E está disponível gratuitamente. Cheio de recursos, perfeitamente integrado ao seu site WordPress hospedado. Adicione pode...

Patrocinado

Mais sobre Dropshipping

Atualmente, o e-commerce têm ganhado força no mercado e o dropshipping é uma das formas de sustentar essas lojas virtuais com pouco ou nenhum investimento.

Em 2020, o comércio exclusivamente eletrônico teve um aumento de 40,7% em relação à 2019, chegando à marca de 1,3 milhões de lojas virtuais, conforme dados de uma pesquisa realizada pela PayPal e divulgada na Agência Brasil.

Em compensação, as compras online também tiveram aumento de 40% só no início de março de 2020, segundo dados demonstrados pela Oberlo.

Isso significa que as lojas virtuais estão tão dispostas a vender quanto os consumidores estão dispostos a comprar, e para o consumidor isto é ótimo, já que cada vez mais o mercado exige que os preços sejam competitivos e que as lojas ofereçam cada vez mais vantagens para conquistar seus compradores.

Acompanhe neste texto então, o que é dropshipping, suas vantagens e desvantagens, e como você pode ingressar neste ramo de atividade.

O que é Dropshipping?

Dropshipping se trata de um modelo de vendas no segmento de varejo em que não é preciso ter um estoque de mercadorias.

Neste modelo, o vendedor é o intermediário entre fornecedor e cliente, e deve oferecer um catálogo virtual dos produtos com que vai trabalhar, bem como criar as estratégias de marketing para sua divulgação e captação de leads, além de ser responsável por fazer com que estes leads concretizem suas compras.

Após a conclusão da venda, o vendedor envia os dados do pedido do cliente por meio de uma ordem de compra ao fornecedor para que ele prossiga com os próximos passos.

O fornecedor por sua vez, ficará responsável por coletar e separar este pedido, emitir nota fiscal, bem como cuidar dos processos logísticos, e enviá-lo ao cliente dentro do prazo acordado.

O dropshipping pode ser nacional, na qual você busca fornecedores no Brasil e vende os produtos em território nacional, ou internacional, na qual você pode trabalhar também com fornecedores de fora do país e vender para consumidores de outras nações.

Os valores dos produtos para venda são estipulados pelo próprio vendedor, já os detalhes contratuais com os fornecedores como a comissão que será disponibilizada ao vendedor e as formas de resgate destes valores e o valor de compra dos produtos, devem ser discutidos com atenção por ambas as partes.

Por que apostar em Dropshipping?

Sabemos que as vendas online estão aumentando a cada dia, principalmente no último ano, que estamos lidando com a pandemia de COVID-19.

Durante este período, comércios e consumidores tiveram de se adaptar e mudar os hábitos de compra e venda para manter o distanciamento social, isso fez com que a internet se tornasse ainda mais fonte de busca por produtos e serviços, e para comerciantes, a fonte de atração de clientes.

O infográfico abaixo, demonstra algumas estatísticas sobre as compras online no Brasil durante o ano de 2020, que foram disponibilizadas pela plataforma Statista.


Com estes números, podemos ver que as vendas online estão a todo vapor, e a tendência é que continuem crescendo.

Muitas pessoas que antes desconfiavam das lojas virtuais, hoje, sabem que fazer suas compras pela internet pode ser muito mais cômodo e econômico, por conseguirem pesquisar preços rapidamente e receber seus produtos sem sair de casa.

Por isso, para quem está disposto a entrar no mercado das vendas online, o dropshipping pode ser uma boa aposta, já que tem um baixo custo ou nenhum custo de investimento inicial e se feito corretamente, pode gerar renda e possibilidades de expansão de vendas até mesmo internacionalmente.

Vantagens e desvantagens do Dropshipping

A primeira vantagem que temos que citar ao falar sobre o Dropshipping é que você não precisa investir nenhum valor para começar, isso porque você não terá que adquirir os produtos para revender.

Além disso, você não terá gastos com estabelecimento físico, já que todos os trâmites podem ser feitos pela internet.

Você também terá horários e modelo de trabalho flexíveis, porém, toda essa liberdade precisa ser administrada corretamente para não impactar em seus resultados.

Você não precisa se preocupar com a entrega dos produtos, eliminando custos com frete e o tempo de separação e organização das entregas.

Já como desvantagens, primeiramente podemos citar que se você não tiver um processo bem estruturado e achar que é só colocar produtos aleatoriamente para vender na internet, isso pode dar muito errado.

Assim como qualquer empreendimento, você precisa organizar todos os detalhes de seu modelo de trabalho porque é sua loja que trata o consumidor final, portanto, qualquer tipo de insatisfação por parte do cliente tem que ser acompanhada e resolvida por você para não impactar em sua reputação.

Outra desvantagem é que você não consegue saber sobre a qualidade do produto vendido até que alguém o compre e também não consegue controlar o prazo de entrega, por isso é muito importante que a escolha de seus fornecedores seja totalmente baseada nas avaliações de compradores e de outros vendedores que também trabalhem com estes produtos.

Mais uma desvantagem é a concorrência muito grande e os preços altamente competitivos praticados em grandes redes que trabalham com dropshipping, como Americanas, Submarino, AliExpress, entre outras, que faz com que quem esteja começando precise superar o marketing dessas empresas.

A pouca diversidade de produtos para venda em dropshipping também pode ser um grande problema. Normalmente, os fornecedores que você irá encontrar não possuem uma variedade muito ampla de produtos. O resultado? Muitas pessoas vendendo os mesmos produtos que nem sempre têm altas demandas.

Como começar a trabalhar com Dropshipping

Para começar a trabalhar com dropshipping de forma independente, digo, sem entrar em plataformas marketplaces, na qual a concorrência é muito maior, você pode seguir as seguintes dicas:

  • Monte sua loja virtual a partir de plataformas de comércio eletrônico que oferecem essa criação de forma prática e intuitiva;
  • Disponibilize diversos meios de pagamento aos clientes de sua loja para não perder oportunidades de negócio por falta de opções;
  • Procure fornecedores para dropshipping e estude os produtos disponibilizados por eles. Se atente à oferta e demanda, concorrência e outros fatores relevantes que te ajudem a escolher com propriedade quais produtos são mais adequados para se trabalhar;
  • Fique por dentro as legislações e tributações que envolvem vendas para ficar sempre em dia com as obrigações legais e fiscais, principalmente quanto à LGPD(Lei Geral de Proteção de Dados), já que você será responsável por coletar todos os dados pessoais de clientes;
  • Abuse do marketing digital de todas as formas possíveis, seja com marketing de conteúdo, e-mail marketing, anúncios pagos, marque presença nas redes sociais, aposte no marketing de defensores e conte com a tecnologia para automatizar essas campanhas, ser bem ranqueado a partir das métricas de SEO, e para metrificar o engajamento e alcance delas;
  • Quando estiver tudo pronto, continue buscando ferramentas tecnológicas para gerenciar todos os seus leads e clientes, bem como suas vendas, recebimentos e pagamentos e para organizar seu dia a dia de trabalho.

Muitas dessas ferramentas são gratuitas, ideais para quem está começando, e são essenciais para quem já quer iniciar com processos de gestão muito bem estruturados.

Nos próximos tópicos, citamos algumas delas.

Melhores plataformas para se fazer Dropshipping

Aqui, te daremos mais algumas dicas sobre ferramentas que te ajudarão na implantação de seu dropshipping e que estão presentes aqui no portal B2B Stack, maior plataforma de busca e avaliação de softwares da América Latina.

Montando sua loja virtual e escolhendo as ferramentas certas para potencializar vendas e processos de gestão, seus resultados podem ser muito promissores.

Por isso, a B2B Stack também possui comparador de softwares, além de avaliações de usuários reais dessas ferramentas para auxiliar em suas escolhas.

Ferramentas para construção de lojas virtuais

Ferramentas para criar e hospedar sites e registrar domínios

Ferramentas de busca e gestão de fornecedores de produtos para dropshipping

Ferramentas de gestão e atendimento de leads e clientes

Ferramentas de cobrança

Ferramenta de gestão financeira

Ferramentas para organização diária

Conclusão

Em tempos de crise econômica e sanitária, as vendas online se mostraram importantes meios de conseguir renda extra ou até mesmo renda básica.

Por outro lado, quem buscava mais flexibilidade no trabalho e maior autonomia, encontrou no e-commerce a possibilidade de trabalhar por conta própria para construir sua jornada de empreendedorismo.

O dropshipping é um modelo de vendas que pode servir para ambos os casos e até mesmo quem não tem valor nenhum para iniciar seu empreendimento consegue ingressar nesta carreira, já que não exige estoque de produtos e o envio das mercadorias é feito pelo próprio fornecedor, e não pelo vendedor.

Mas, vale ressaltar que mesmo sendo um método de vendas que oferece toda a flexibilidade, é preciso se atentar a uma série de processos para se dar bem com o dropshipping e conseguir alavancar suas vendas, incluindo desde processos de gestão até a captação de clientes e fechamento de negócios.